• Imagem aérea da MRN
  • Imagem de crianças
  • Cachoeira do Jamaracaru
  • Imagem das crianças de novo

25 setembro 2009

O que pensam as lideranças evangélicas sobre o crescimento na fé e na política.


Presentes no evento Marcha pra Jesus, a Igreja Assembléia de Deus, maior igreja evangélica de Oriximiná, tem no testemunho do Pastor Everaldo a tradução clara das vitórias alcançadas na construção de suas representatividades social e política.

É legítimo reconhecer o crecimento dos evangélico, hoje representam 40% do legislativo e ainda contam com o vice-prefeito Fernando Andrade no executivo. Vale ressaltar que tal avanço na representatividade política seja uma consequencia natural. É importante lembrar ainda, que a jovialidade dos pensamentos vanguardistas dessas lideranças, de fato seja o maior mérito dos evangélicos.

Sem querer criar nenhuma leitura dicotômica, mas deixamos aqui em ariuca.com nosso registro e as nossas felicitações honrosas às lideranças do povo evangélico, sobretudo por reconher nessa importante e representativa parcela de nosso imenso mosaico social a virtuosa capacidade de UNIÃO e CONSTÂNCIA DE PROPÓSITO. Elementos imprescindíveis que temos sentido dolorosa ausência em nossas instituições profanas. Parabéns aos organizadores desse evento que cresce a cada ano.

22 setembro 2009

Serviços do Tribunal de Contas da União - TCU

Estamos disponibilizando aos leitores de ariuca.com o site do Tribunal de Contas da União (TCU) e os seus respectivos serviços sobre o processo que envolve o Prefeito Municipal de Oriximiná, a Construtora Mello de Azevedo S.A e a Martop Construções e Terraplenagem Ltda.

O site do TCU no link abaixo, disponibiliza cópias do relatório, voto e decisão.
Acórdão 4403/2009 – 2ª Câmara
TC – 013.026/2005-5
Ascom - (TV/25/8/09)
Tel.: (61) 3316-7208 Fax: (61) 3316-7520
E-mail: imprensa@tcu.gov.br

Clique aqui para conhecer o Acórdão 4403/2009

Para reclamações sobre uso irregular de recursos públicos federais, entre em contato com a Ouvidoria do TCU ou ligue para 0800-6441500.

Carta Aberta: Nota de Esclarecimento

Assunto: Cais de Arrimo.

O convênio Prefeitura Municipal de Oriximiná X Ministério do Transportes, previa a construção de 223m de cais em concreto.
O Projeto foi feito pela Melo de Azevedo e executado pela Martop.
Como o local da construção do Cais, não oferecia nenhum risco maior, a Martop sugeriu que fosse construído 400m de Cais, em Argamassa, com a mesma verba.
A alteração foi feita, sem consulta prévia prévia ao Ministério dos Transportes, como previa o Convênio, foi o unico erro cometido.
Por ocasião da fiscalização foi constatada a alteração do projeto e daí então a abertura do Processo Administrativo pelo TCU.
A intensão da empreiteira e do Prefeito era de beneficiar o município, fazendo os 400m de Cais, com a verba para 223 metros, ou seja, 177m de Cais amais com o mesmo dinheiro.
O Ministério Público se manifestou afirmando que o Prefeito Luiz Gonzaga, não foi beneficiado em nenhum momento com essa alteração, e que foi sim, o município de Oriximiná, que teve 177m amais de Cais de Arrimo, em argamassa ao invés de concreto.
O processo em pauta cabe apenas multa ou devolução do dinheiro, como não houve desvio de verba, visto que os 400m de cais, foram construídos, o Prefeito Luiz Gonzaga, apresentou defesa ao TCU, visto que o ministro relator no seu parecer, sugeriu ao Prefeito Luiz Gonzaga que entrasse com recurso junto ao TCU.
Esse tipo de processo, não é passível de afastamento ou cassação do Prefeito, trata-se de um processo administrativo feito pelo TCU, que poderá ser arquivado, confirmada a multa ou ser enviado novamente ao Ministério Público, nesse caso o Prefeito e as empreiteiras teriam novamente direito a defesa e a entrada com novos recursos.
Resumindo: O prefeito Gonzaga não cometeu crime algum, apenas foi cometido um erro administrativo, o qual causou todo esse problema.
Finalizando o Prefeito Gonzaga e as empreiteiras, não desviaram verbas, não roubaram ou cometeram crime algum, apenas um erro burocrático. Houve boa fé, pois a intenção era fazer mais Cais com os mesmos recursos.


Oriximiná, 22 de setembro de 2009.
Eng. Alfeu Santo Carpeggiani
Secretário Municipal de Infraestrutura e Apoio

18 setembro 2009

Olhar diferente

É preciso olhar para o futuro! Mais do que defender o indefensável é preciso olhar para o futuro e imaginar o que ele nos reserva, antes do julgamento dos defeitos alheios e da supervalorização de nossas qualidades covardes e anônimas é imprescindível que não condenemos a inocência das gerações futuras ao provincianismo senhorial e assistencialista que construimos com sem ver.

As conquistas do estado de direito

Temos visto nos utimos anos a força fiscalizadora e punitiva do judiciário. O avanço no cumprimento e na manutenção do estado de direito tem posto a baixo um histórico senso de impunidade no qual se escudaram os que ascenderam ao poder.


O Ministério Público em todas as suas esferas, com seus joviais e aguerridos promotores da justiça, tem mudado a imgem do Brasil no exterior, tido como um país onde se podia fazer tudo, ou quase tudo (pra não ficar muito feio). Aos poucos estamos resgatando a credibilidade internacional, graças à esses implacáveis agentes.


O mesmo brio patriótico dos brasileiros que resistiram ao implacável "status quo" de poder do regime militar que negava a liberdade de expressão e até de participação do povo nas políticas de governo no periodo é o patrimônio maior que nossa geração herdou, contrariando aqueles que acreditavam que eramos filhos covardes da ditadura que preconizava o mutismo.


Não quero aqui tirar as muitas merecendências e visão progressista idealizada naquele período, a integração da malha viária do país é um exemplo claro disso. Imaginemos se aqueles homens de farda tivessem conseguido levar a termo a construção da perimetral norte e a transamazônica particularmente. Imagine se tivessemos herdado daquele período as infraestruturas portuária e aeroportuária das área de fronteira denominadas na época como "área de segurança nacional".


O PMDB principal paladino da abertura democrática no país, historiacamente sempre deu as cartas no poderoso Ministério dos Transpórtes. A boa conjunção astral e política que ungiu os dois primeiros mandatos gonzaguista que conseguia atrair recursos tucanos e peemidebistas acabaram conduzindo o município a atual configuração política em que se encontra.


A cúpula tucana ainda insiste em acenar para um governo que não teria honrado compromissos de campanha, da mesma forma teria descumprido com todo o mosaico partidário multicolorido que o apoiou recentemente.


Já o PMDB a tempos deixou de partilhar dos desacertos gonzaguistas e talvez seja o principal responsável da exposição dos pequenos deslizes de pequenas improbidades administrativas que temos visto nos tribunais.


Agora cabe a seguinte pergunta: Depois de negociar a devolução dos recursos alocados para uma obra que não foi construída, o senhor Luiz Gonzaga Viana Filho perderia os direitos políticos? Isso nos levaria a análise de muitas variáveis da futura configuração dos joguetes políticos das figurinhas prefeitáveis para o pleito de 2012. Com a palavra o povo.

15 setembro 2009

Gonzaga e empresas terão que devolver dinheiro do cais.

*Luiz Gonzaga Viana - Prefeito Municiapal de Oriximiná


O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o atual prefeito de Oriximiná (PA), Luiz Gonzaga Viana Filho, e as empresas Construtora Mello de Azevedo Ltda e Martop - Construções e Terraplanagem Ltda a devolver aos cofres do Tesouro Nacional R$ 1.546.827,36, em valor atualizado.
O prefeito não comprovou a regular aplicação dos recursos transferidos ao município por meio de convênio firmado com o Ministério dos Transportes, que tinha como objetivo o apoio técnico e financeiro na execução das obras de reforma e ampliação do cais na cidade.Foram constatadas diversas irregularidades na prestação de contas apresentada, como a não conclusão do projeto, o pagamento por itens não executados e sobrepreço na execução da obra.Luiz Gonzaga também foi multado em R$ 30 mil. As empresas de construção terão de pagar multa de R$ 20 mil, cada uma.
Aroldo Cedraz foi o ministro relator. Cópia da decisão foi enviada à Procuradoria da República no Pará. Cabe recurso da decisão.

Fonte: Ascom/TCU

13 setembro 2009

Olhar diferente


]

Mudanças



Publicado por Chico Florenzano

Empresário e colaborador de ARIUCA.COM


Poucos se dão conta de que uma pessoa entra em crise em sua carreira, quando simplesmente ele se acomoda. A acomodação é a pior inimiga do bom profissional, seja ele Médico, Engenheiro ou Político. É preciso saber que o sucesso "engorda" o cérebro. A pessoa para de pensar e relaxa, pois acha que já descobriu a fórmula da vitória. Por isso, é raro ver pessoas que permanecem sempre evoluindo. Muita gente perde a maior parte de seu tempo alimentando o próprio ego, sem conseguir olhar o que acontece à sua volta, e perceber que existem mudanças importantes.


*Conheça mais sobre o que pensa o colaborador acessando http://cflorenzano.blogspot.com/

Um líder sabe

*Publicado por Chico Florenzano
Empresário e colaborador de ARIUCA.COM
Conheça mais sobre o que pensa o colaborador

Gosto muito de parábolas, por isso vou usar uma para definir Liderança, que eu acho muito boa: o líder como se fosse o Jardineiro e a liderança, o Jardim. Ou seja, medimos um líder pela beleza e saúde da sua obra. O jardineiro concebe o jardim, cuida da terra. Prepara as mudas. Planta no jardim variedades diferentes de espécies para que o jardim tenha diversidade. O jardineiro zela pelos diferentes. Um jardim saudável é um jardim sem ervas daninhas, sem pragas e doenças nas plantas. Um líder sabe que o que se espera de uma roseira são rosas. Para que a energia principal da roseira esteja dirigida para a geração dos seus frutos, é necessário podar galhos que competem com o vigor da roseira. Nem todas as plantas estão ali para gerarem rosas e orquídeas. Mas, sem a reunião de toda esse variedade, sem a presença dos diferentes, seria impossível haver um jardim. Não visitamos um jardim para ver o jardineiro. Vamos a um jardim para usufruir da beleza e do espírito e para ver e sentir o próprio jardim. Assim é o líder e a liderança. Quanto mais o líder precisa ser visto, menos a sua liderança está sendo bem conduzida. Uma Liderança é boa quando os líderes criam novos líderes e, sem saber, viramos líderes das nossas vidas, das nossas organizações.

10 setembro 2009

Sobre MERECENDÊNCIA e CONFIANÇA

Achei por bem postar um comentário, feito por um VULGO ANÔNIMO, sobre o post "Troca de Bastão".

Em primeiro lugar vale lembrar que o credenciamento nas hostes partidárias implica em demonstrações de coragem no embate político eleitoral, mesmo correndo o risco da obtenção de baixíssima expressão nas urnas, pra fazer isso é preciso coragem. Aliás, coragem é o que tem faltado a muitos engenheiros de obras prontas, que escondem suas covardias e inexpressão na condição de meros coadjuvantes caroneiros em projetos políticos de terceiros. Assim, mesmo consumidos pela covardia, que de outro modo lhes pudessem ter credenciado a postulância do cargo, preferem se queixar da desassistência de seus patrões políticos ou padrinhos, que a esta altura dos acontecimentos, já tenham exaurido seus esforços para livrarem suas próprias peles.

Em segundo lugar é preciso criar um estado de bom senso pra ler o cenário político administrativo antes de agir como um bobo alegre injustiçado. Entenda caro VULGO ANÔNIMO, o que você pensa de si é seu estado de CONSCIÊNCIA, o que os outros podem pensar de você é PRESTÍGIO. Para construir PRESTÍGIO é necessário que haja MERECENDÊNCIA e essa condição não cabe aos covardes anônimos coadjuvantes.

Quanto a CONFIANÇA: de fato essa deva ser uma pergunta que pode não caber resposta. Talvez fosse melhor questionar COMPETÊNCIA. Se ainda não seja suficiente, caro VULGO ANONIMO, sugiro candidatar-se a alguma coisa, não obtendo êxito quem sabe você não acaba encontrando respostas pra suas lamúrias de injustiça, merecendência, confiança e até sobre sua pseudo COMPETÊNCIA sobrecomum.

Caro VULGO ANÔNIMO, suas leituras sobre o cenário político podem até estar certas, só repudio sua avaliação desonrosa sobre as pessoas, que de algum modo tem serviços prestados de longa data. Assim como o PSDB, como você bem sabe, historicamente sempre foi aliado do projeto político capitaneado pelo prefeito Gonzaga e da mesma forma responsável pelo estado de progresso testemunhado por todos que aqui vivem.

Agradeço pela indicação a Diretoria de Cultura, mas tenha por certo que, mesmo não sendo eu, qualquer outro tucano que assumir o posto buscará construir uma obra de excelência.

08 setembro 2009

Ariuca de cara nova


Desenvolvido pela festejada web designer paranaense Claudia Regina da XCake Blogs Personalizados, o nosso ariuca.com estará de cara nova na semana que vem. Sem falar nas novíssimas ferramentas de busca interna no próprio ariuca.com, o leitor poderar cadastrar seu e-mail e receber com exclusividade as novas postagens.
Atenção toda especial ao topo onde o internauta encontrará nossa galeria de imagens e tem mais, nossa web rádio (streaming) ariuca.com ganhara página exclusiva, trazendo downloads das músicas veiculadas no balaio do ariuca, materias sobre cultura, eventos regionais e ainda teremos 04 boletins de notícias trazendo em audio todo o que rola na terrinha.
Nossa ferramentas de postagens em vídeo será disponível inclusive para download e um montão de novidade.
Teremos ainda a contribuição sempre inteligente e competente dos jornalistas Salete Marinho e Valdo Florenzano como coautores da página.
Ah! conheça nossa política comercial de propagandas de seus produtos e serviços no site mais visitado da cidade.
Para a sociedade em geral grandes parceirias para o próximo ano com parceirias com algumas escolas, igrejas e associações. Aguardem e confiram!!!

Olhar diferente

*Foto Hamilton Souza
Apesar de não ser fato novo, já exautivamente bradado nas tribunas da Casa da Cidadania, nos impressos santarenos, rádio e telejornal local, nada foi feito. Continua faltando merenda nas escolas.
Se de fato há um pecado mais ou menos grave não sei. Mas quem for o(a) esperto(a) reponsável pela gatunagem da comida de crianças em idade escolar, de certo que merece a mais implacável ira divina e o nosso mais horrendo repúdio.

Poderosa Justiça Caçadora de Nepotistas

Corre pelos bastidores do executivo municipal que de ordem da justiça caçadora de NEPOTISTAS, pelo menos 08 do primeiro escalão e algumas dezenas de servidores de menor patente estariam sendo exonerados sumariamente do governo pevista.
O réu teria sido aconcelhado a jogar a toalha frente ao poderoso time de magistrados implacáveis no combate aos políticos que empregam e protegem parentes. Numa análise de valores, nessa relação custo x benefício a equação é igual a mais prejuíso político ainda. Dessa forma, dar o exemplo seria a maior vitória.
Os desdobramentos desses fatos ainda não passam de conjecturas e tiveram início por uma denúncia ao MP feita pelo oposicionista vereador Zequinha Calderaro (PTB), que após pedir lista de funcionários ao executivo, acabou comprovando casos de nepotismo denunciados em anônimos panfletos revoltoso espalhos na calada da noite. Agora é aguardar pra ver se não acaba em pizza.

Troca de Bastão

Dentre muitas mudanças imprevistas que devem acontecer no governo pevista, a substituição no comando da pasta executiva de cultura, desporto e lazer, deixada pelo competentíssimo Adelcio Corrêa que iniciará um curso de mestrado, deva ser esta a mais natural e justificável. A Secretaria de Cultura teria a indicação de Cleônes Batista, vulgo Keké, como sugestão pessoal do ex-secretário.
Também por merecendência nas avaliações tucanas, há ainda o nome do também competente professor Jonaso Dias que hoje coordena projetos culturais e faz parte da equipe que gesta a biblioteca municipal.
A espreita estariam os nome de Tirson Givone, que estaria sendo apontado pelo prefeitável Ludugero (Secretário do Interior) e Servulo Monteiro pelo cacique tucano Xito Viana (irmão do prefeito).
Todos bons nome para ocupar a pasta, todos de alguma forma tem serviços prestados com alguma relevância na área cultural. A briga ou a prova agora não é de competência, é de confiança. Nessa queda de braços o PSDB mostra-se unido, sobretudo pra não perder a pasta.
Com a palavra o prefeito.

Olhar diferente

*Foto de Hamlton SouzaVista para o rio Trombetas no fim de tarde em Oriximiná, na 24 de dezembro, próximo ao matadouro.

01 setembro 2009

Oriximiná e seus olhares

Esteve por aqui o DIEGO DACAL que nos traz uma leitura interessante sobre vários aspectos das mobilizações sociais de nossa gente. Ele criou um Blog interessante pra divugar suas descobertas antropológicas locais.
Oriximiná e seus olhares traduz os sentimentos de um olhar externo, muito instrutivo, de bom gosto e sobretudo respeitoso com nossa cultura e nossa gente da floresta. Confira o artigo.


-----------------------------------------------------------------------


*Artigo postado por DIEGO DACAL, Publicitário pela Universidade Estácio de Sá. Aluno de Estudos de Mídia da Universidade Federal FLuminense no Blog Oriximiná e seus olhares em 18 de agosto de 2009.

ARQMO, uma história de lutas

Os quilombolas de Oriximiná possuem um largo histórico de lutas. Desde que chegaram ao Brasil eles lutam, primeiro a luta pela fuga, depois a luta contra os índios, depois a luta pela sobrevivência na floresta, agora a luta pela demarcação de terras e pelos seus direitos constitucionais. A ARQMO (Associação dos Remanescentes Quilombolas do Municipio de Oriximiná) foi uma das primeiras organizações quilombolas do Brasil, tendo sido fundada em 1989.

Ao observar a cultura dos negros de Oriximiná é possível notas que muito se parece com a cultura indígena, presente localmente com a tribo Uai Uai. Suas embarcações são muito parecidas, as antigas casas, feitas de palha, a estrutura social dentro da comunidade, a figura do Sacaca (semelhante ao Pajé), a culinária etc, eles possuem muitas coisas em comum, que denunciam como que os negros foram ajudados pelos índios em suas fugas. Parte de sua história também mostra que eles lutaram juntos durante a Cabanagem, revolta que aconteceu no Pará no século XVIII.


Imagem Diego Dacal

A história recente mostra que Oriximiná é um dos maiores (senão o maior) pólos de lutas dos direitos dos quilombolas no Brasil. Através de suas lutas, os negros daqui tiveram a primeira titulação de terras no ano de 1995 e é no Pará que se encontra o maior número de terras quilombolas tituladas. Nas terras tituladas encontra-se mais de 3700 famílias e ainda existem diversas outras terras em processo de titulação.

Imagem Diego Dacal

Eu conversei durante horas com Daniel Souza, coordenador estadual dos movimentos quilombolas do Pará. Ele se mostrou uma pessoa bastante politizada, mas não partidariamente, ele luta pelos direitos dos negros do Pará e do Brasil, conhecendo movimentos quilombolas de vários estados.

Em um certo momento sentamos com o Daniel porque ele queria mostrar um site que a CPI (Comissão Pró-Índio) fez sobre os movimentos quilombolas do Brasil. Curioso que aparentemente ele não sabia ler muito bem, mas isso não se materializava como um empecilho para sua dedicação nas lutas. Muitos dos ativistas possuem formação acadêmica até o 6º ano somente.

Layout do site CPI/SP

Como um interessado em mídias digitais eu perguntei para o Daniel como era a relação das lutas com a internet, e tive uma grande surpresa. A forma de luta se mostrou igual a forma com que o EZLN (Ejército Zapatista de Libertación Nacional) fazia na década de 90. As vezes eles enviam emails para seus contatos afim de obter uma mobilização digital para enviar emails para os órgãos e pessoas envolvidos no processo de demarcação de suas terras.
Outra coisa que achei interessante é a preocupação de "mostrar" o movimento quilombola, por isso eles gostam que pesquisadores cheguem até suas comunidades, eles esperam que estes pesquisadores se solidarizem com a sua luta e mostrem para o mundo como eles merecem/precisam desta demarcação de terras.

Olhar diferente

Imagem dos alunos de Produção Cultural da UFF em trabalho por aqui, o interessante acervo de imagens será visto por aqui, aguardem. Uma foto por vez, vale a pena conferir.