• Imagem aérea da MRN
  • Imagem de crianças
  • Cachoeira do Jamaracaru
  • Imagem das crianças de novo

23 abril 2008

PAI incentivará pesquisas científicas.


Criado pelo Núcleo Universitário da Ufpa em Oriximiná em parceria com a rede pública de educação, o Programa de Ação Interdisciplinar – PAI, é uma iniciativa pioneira de interação entre os diferentes níveis de difusão do conhecimento, ainda, busca potencializar o interesse de crianças e adolescentes do ensino fundamental e médio pela investigação científica.No ultimo sábado (12/04), no centro de convenções José Diniz, mais de seiscentas crianças e adolescentes, escolhidas pelos critérios de bom comportamento e bom desempenho nas notas, assistiram atentas e encantadas aos palestrantes. O Prof. Dr. Domingos Diniz, representante e coordenador do Núcleo Universitário da Ufpa em Oriximiná, prendeu atenção da platéia com um instigante discurso motivador a busca de respostas aos muitos enigmas da natureza e a melhoria na qualidade de vida a todos. Dr. Domingos ainda explica o que é o PAI, “É iniciação científica para alunos de 5ª a 8ª e todo ensino médio, portanto, é um trabalho único que esperamos ofertar e gerar conteúdo diferenciado.”Prof. Dr. Sérgio Guimarães, representante do INPA, instituição parceira no projeto, fez a entrega oficial do convenio de colaboração mútua, celebrado entre o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e a Ufpa. Dr. Sérgio fala da grata surpresa da dimensão que os trabalhos do núcleo estão tomando e empenha seu apoio à iniciativa.Prof. Dr. Rodrigo Silva, que além de docente no núcleo é também pesquisador do projeto LBA, no campus de Santarém. Na ocasião Dr. Rodrigo representa o campus de Santarém, onde estuda a interação entre biosfera e atmosfera, diz ainda: “O PAI é uma ação que insere a ciência nos níveis fundamentais da educação, com isso, esperamos achar futuros pesquisadores locais, que já trazem consigo a realidade vivida pelos povos no interior da Amazônia.”Sobre os eixos do ensino, pesquisa e extensão, o PAI vai gerar aos acadêmicos do curso de Biologia de Águas Interiores (BAI), a oportunidade de desenvolver projetos de pesquisas científicas sobre questões locais, levantadas junto com os alunos do PAI, isso ajudará os acadêmicos na construção de seus trabalhos de conclusão de curso (TCC).Aos alunos que não foram contemplados para participação no PAI, os acadêmicos do BAI, realizarão palestras nas escolas parceiras, no chamado Projeto Escola Laboratório (PEL), o diferencial está na tradução das experiências científicas vivenciadas pelos alunos do PAI, traduzidas e captaniadas pelos acadêmicos do BAI, com a formação dessa cadeia piramidal em busca de respostas, constroem-se uma nova proposta pedagógica.Como vitrine de todo o trabalho desenvolvido pelos vários grupos que se formarão, será realizada uma grande feira de ciências ou mais de uma se for o caso, mas a extensão do programa PAI vai mais longe, garante um circuito de palestra às comunidades do entorno dos projetos de pesquisa, ou seja, é a devolução do conhecimento adquirido.

5 comentários:

  1. Estava na abertura do PAI.
    É bom saber que programas voltados à educação estão sendo realizados hoje em dia em nosso município.
    Quando estudava queria tanto que tais programas fossem desevolvidos, mas não havia programas como esse.
    Adorei e aprendi ao assistir o início deste grande projeto.
    As pessoas que foram escolhidas devem se esforçar ao máximo para fazerem um bom trabalho e darem o melhor de si.
    Não tive oportunidades que nem essa.
    Mas sempre é bom saber que novos programas estão sendo criados para a melhoria da educação em Oriximiná.
    E sempre que der, vou junto com minha tia -que foi uma das escolhidas para participar-, para que possa aprender sem ganho algum.
    Obrigada pela oportunidade Hamilton...
    ...bjs, Danuza.

    ResponderExcluir
  2. PAI- à primeira vista essa sigla nos remete um significado ligado ao exercício das funções paternas, mas o PAI exprime um idéia que vai além de tal significado. O Programa de Ação Interdisciplinar incentivará a EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA. E para quem já conhece como ele será executado, logo pensa: “Isso é coisa de maluco”. Digamos que seja uma espécie de provocação que atinge e intimida o sistema educacional. Trezentos alunos da rede pública cursando o nível fundamental e médio envolvidos na iniciação científica com jovens universitários do BAI(irmão do PAI, hehehe, lá vai uma breve apresentação: Curso de Biologia com ênfase em conservação de águas interiores, coordenado pelo Prof. Dr. Domingos Diniz). Mas porque “coisa de maluco”? Primeiro, quando penso, vejo, leio: EDUCAÇÃO PARA A CIÊNCIA me vem a cabeça a palavra DESAFIO; segundo, qualquer pessoa informada sabe que no Brasil a inserção da educação científica no contexto cultural está nitidamente defasada e terceiro, porque realmente somos malucos, doidos... Mas racionais. Eita, que paradoxo!rsrsr E juntos vamos dar um jeito de aprender a pensar, aplicar no dia-a-dia o conhecimento científico, quebrar barreiras e propiciar educação formadora de qualidade. PARABÉNS AOS MALUCOS INTELECTUAIS!

    ResponderExcluir
  3. foi muito jegal a criação do Pai, ideias assim tem q ir adiante.

    ResponderExcluir
  4. Grande amiga Danuza, obrigado por ter postado, tão atento e sencível comentário, como sempre gosto de ver sua postura sobre importantes questões para o bem comum, precisamos que esse sentimento se dissemine a todos e que passem a ver mais valor nas causas coletivas, o programa PAI ainda dirá ao que veio, espero.

    ResponderExcluir
  5. Ter um progama dessa magnitude em nosso município, prova que estamos alcançando os grandes centros de educação, pois, um programa como este trará grandes conhecimentos científicos não só para alunos e tutores mas para os pais dos alunos enfim para toda a sociedade oriximinaense, esperaos que este programa dei certo pois acompanho o andamento do mesmo então etamos lutando para que nossos objetivos sejam alcançados e possamos alavancar ainda mais a educação em nosso município.
    Um abraço joão Alberto.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua participação em nosso fórum de debates sobre o cotidiano da cidade de Oriximiná, Pará, Amazônia, Brasil. Se quiser você pode enviar seus texto, fotos e vídeos para o e-mail hamilton@ariuca.com.br. Continue participando.